Como é dirigida a APTCA e por quem


Órgãos Sociais

A APTCA é dirigida por Órgãos Sociais eleitos de entre os seus Associados, por mandatos de três anos consecutivos, os quais são constituídos por: Mesa da Assembleia Geral (três efectivos, mais três suplentes), Direcção (cinco efectivos, mais cinco suplentes) e Conselho Fiscal (três efectivos, mais três suplentes).

Foto Final Orgaos Sociais V2


Existe ainda um outro Órgão Social, denominado Conselho de Delegados que, na APTCA e de acordo com os Estatutos, desempenha, praticamente, as mesmas funções que a Assembleia Geral exerce na maioria de outras instituições congéneres.

É presidido pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral e é composto por vinte elementos eleitos pelo método de Hondt, de entre as listas concorrentes de Associados. Fazem ainda parte deste Conselho, por inerência,  os restantes membros efectivos da Mesa da A. G., os membros efectivos da Direcção e do Conselho Fiscal. O seu mandato é também de três anos mas eleito em processo eleitoral independente do dos restantes Órgãos Sociais.

Para o mandato do Triénio 2015/2018, foram eleitos os seguintes Corpos gerentes:

1. Assembleia Geral

Efectivos
Presidente -
Manuel Campos Pinto
1º Secretário - José Branco
2º Secretário - Paulo Codinha

Suplentes
Helena Barata
Fernando Mina
Nuno Marques

2. Direcção


Efectivos

Presidente - Carlos Amoroso
Vice Presidente - João Duarte
Tesoureiro - Paulo Espírito Santo
Secretário - Vasco Cipreste
Secretário -
Jerónimo Pinto

Suplentes
Roberto Dias
Molina
Jorge Reis
Jorge Vieira 
Rita Garin

3. Conselho Fiscal

Efectivos
Nuno Isabelinho
Emília
Vera Caetano

Suplentes
Elsa Sanos
Marta Azevedo
Catarina Gageiro


4. Conselho de Delegados

Alvorão, Amílcar, Andreia Brás, Aquino, Cristina Saraiva, Duarte Lobo, Fernando Castro, Francisco Cruz, Gil Passos, Joana Sottomayor, João Paralta, Freire, Lopes, Louro Martins, Nuno Tavares, Padilha, Patrícia Gil, Pereira Marques, Pinho, Sónia Henriques.


 

 

 

Aviação Comercial

Global News

A APTCA obtém condições vantajosas para os seus Associados no âmbito cultural, social, desportivo e de lazer, através da negociação de acordos e protocolos estabelecidos com várias Entidades e/ou Instituições.